quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

A extrema corrupção nos últimos tempos (6)

Por João Paulo Souza


Neste último post sobre a série "A extrema corrupção nos últimos tempos", estaremos falando sobre pessoas que são "mais amigas dos deleites do que amigas de Deus" e sobre as que "têm aparência de piedade, mas negam a eficácia dela. 

"Mais amigos dos deleites do que amigos de Deus" (v.4). "Amarão mais os prazeres do que a Deus" (v.4, NTLH). Será que nós não estamos vivendo um tempo que evidencia essa realidade? O entretenimento, a glutonaria, a luxúria, a avareza, a fama, a riqueza etc. são o alvo dessa sociedade sem Deus. Cada vez mais, Deus tem sido esquecido da mente e do coração dessa geração perversa e hedonista. O deus deles é o prazer da carne e dos pensamentos.

"Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela" (v.5). O que quer isso dizer? Quer dizer que muitos se passam por quem, na verdade, não são. Só têm a "casca", a "faixada", isto é, por dentro estão ocos de Deus, mas cheios de pecados. Perderam a reverência ao Senhor. Os religiosos dos tempos de Jesus são um exemplo clássico disso: "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia" (Mt 23.27). Para se ter uma visão mais profunda sobre essa questão, recomendamos ao leitor que leia todo o capítulo 23 do evangelho de Mateus.

Não adianta ser eloquente na pregação ou ser afinado na música evangélica ou ser eficiente em quaisquer serviços na igreja local, se, para o Reino de Deus, não se está fazendo absolutamente nada. Muitas vezes, certas pessoas não podem ver o que estamos fazendo, mas Deus conhece as obras de cada um de nós (Ap 3.8a). Ele sabe se estamos tendo prazer nEle ou não.

É bom lembrarmos de que não devemos comungar com essas classes de pessoas: "Destes afasta-te" (v.5).

Por fim, encerramos nossa série de postagens. Esperamos ter ajudado o caro (a) leitor (a).

Deus continue nos abençoando em Cristo!

Um comentário:

Pedro Henrique Martins disse...

Excelente, irmão JP! Que o Senhor use essa série para despertar o Seu povo. A paz do Senhor!