quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A extrema corrupção nos últimos tempos (2)

Por João Paulo Souza


Na última postagem dessa série de redigidos, comentamos - ainda que concisamente - sobre o egoísmo, a avareza e a presunção. Porém, neste texto, falaremos acerca da soberba, da blasfêmia e da desobediência. Em vista disso, esperamos que você seja enriquecido (a) espiritualmente.

De acordo com a Pequena Enciclopédia Bíblica de Orlando Boyer, "soberba" significa "orgulho, arrogância". Dela "provém a contenda" (Pv 13.10), "a ruína" (Pv 16.18), a humilhação aviltante (Dn 4.37), e outros inúmeros males bem piores (Sl 31.23). Além disso, conforme Provérbios 8.13, Deus, a Suprema Sabedoria, odeia "o mal, a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa".

Outro mal perpetrado nos tempos de hoje é a blasfêmia. No sentido bíblico, ela significa "palavras ou atitudes que ofendem Deus". No Livro Sagrado, podemos ver, por exemplo, sua realidade em   Mateus 12.31 e em 1 Jo 5.16. Essa atitude nefasta também pode ser percebida em filmes, em quadros artísticos, em atrações teatrais, em novelas , em propagandas de rádio e de TV, eventos esportivos, entre outros. 

A terceira desgraça observada na vida de muitas pessoas é a desobediência. No caso do texto que estamos abordando (2 Tm 3.1-5), Paulo fala da inobediência dos filhos aos pais. Sabe-se que a insubordinação teve sua gênese com o Diabo, a Antiga Serpente, que aliciou a terça parte dos anjos de Deus (Ap 12.4; Is 14.12-15; Ez 28.13-17), porque queria ser grandioso como o Altíssimo o é (Gn 1, 2, 3). Portanto, evitemos a desobediência.

Essa desobediência dá suporte à monstruosa incidência de assassinatos de pessoas jovens no mundo, sobretudo em nosso país. Na maioria das vezes, os vícios (drogas, álcool etc.) estão por detrás dessas tragédias. Sabendo disso, perguntamos: "Geralmente, qual é a faixa de idade mais atacada por esse tipo de morte?" Não é a que corresponde à da juventude - adolescentes e jovens? Portanto, para explicar a suma causa disso, leiamos "o primeiro mandamento com promessa": "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá" (Gn 20.12).

Deus não avaliza as atitudes dos rebeldes: "(...) Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfia é como iniquidade e idolatria" (1 Sm 15.22, 23).

Na próxima postagem, querendo Deus, estaremos falando sobre mais três características negativas de muitas pessoas de nosso tempo. Até lá!

Nenhum comentário: