quarta-feira, 20 de junho de 2012

Levanta, ó tu que dormes... por favor, vai...


"O preguiçoso esconde a mão no seio; enfada-se de a levar à boca. Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Um pouco de sono, um pouco tosquenejando, um pouco encruzando as mãos, para estar deitado" (Pv 19.24; 6.9, 10).

No Senhor,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: