sexta-feira, 20 de abril de 2012

O cerne da mensagem de Paulo aos irmãos coríntios

Bem diferente do que os verdadeiros servos do Senhor pregam, os animadores de auditório gostam de enfatizar os seus próprios feitos, como também relatar suas extravagantes experiências (Cl 2.18), ou seja, fatos acrescidos de pretensos detalhes - quando não são estórias - que, diga-se de passagem, não têm nexo algum com o que as Escrituras avalizam.

Como exemplo de um genuíno compromisso com Deus e com sua Palavra, citeremos o do apóstolo Paulo que, sem dúvida, demonstrou completo amor e seriedade pela obra do Senhor. De acordo com a Bíblia, o doutor dos gentios, quando da sua estadia em Corinto, não se preocupou em pregar e ensinar outra coisa senão "a Jesus Cristo e este crucificado" (1 Co 2.2).

Penso que esse modelo de pregador e de pregação devem permear as nossas vidas (1 Co 11.1). Mas, obviamente, não nos esqueçamos de que o nosso maior e mais importante modelo, em tudo que respeita à vida cristã, encontra-se no Senhor Cristo: "...aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração..." (Mt 11.29).

Em Cristo,

João Paulo M. de Souza

Nenhum comentário: